TELEFONE:

(11) 9.7622 - 0812

LOCALIZAÇÃO/CORRESPONDÊNCIA:

Rua Vicente Listo, 32 – São Paulo /S.P. – Cep: 02856 – 090
imagem

Alta mortalidade de crianças no Brasil ocasionada pelo Covid

Um artigo publicado no The New York Times (NYT), de autoria de Peter Hotez, professor e reitor da Escola Nacional de Medicina Tropical da Baylor College of Medicine (Texas/EUA) apresentou dados sobre a infecção de criança por Covid no Brasil, que ao contrário dos EUA, tem registrado uma taxa de óbitos bastante elevada, ele usou o exemplo do Brasil para alertar as autoridades de seu país.

“A Covid-19 está causando doenças graves em crianças brasileiras em níveis nunca vistos em outras partes do mundo. Uma pesquisa da Dra. Fátima Marinho da Vital Strategies, uma organização não governamental, descobriu que mais de 2,2 mil crianças com menos de 10 anos morreram de Covid-19. Embora esse número represente menos de 0,5 por cento das 467 mil mortes por Covid-19 no Brasil, mais de 900 das fatalidades ocorreram em crianças menores de 5 anos. Os Estados Unidos registraram quase 600.000 mortes de Covid-19, mas apenas 113 dessas mortes ocorreram sido de crianças com menos de 5 anos”, segundo Hotez.

“Estudamos as taxas de infecção de Covid-19 em adolescentes e crianças no estado de São Paulo, lar de mais de 20 por cento da população do Brasil. Nossa análise encontrou um aumento no número de casos notificados e hospitalizações entre adolescentes e crianças desde o final de 2020. Aproximadamente metade dessas hospitalizações, mais de 900, ocorreram entre crianças menores de 5 anos, incluindo muitos bebês”, completa.

Ele defende que “os Estados Unidos precisam continuar seus esforços para vacinar adolescentes e aprovar vacinas para crianças e bebês. As autoridades de saúde pública também devem continuar a educar os pais sobre a ameaça real que a Covid-19 representa para seus filhos e a importância da vacinação. Caso contrário, Covid-19 pediátrico e infantil pode se tornar uma nova realidade trágica.”

Fonte: setorsaude.com.br

logo